Segunda, 17 de Janeiro de 2022
83 99868-8794
Anúncio
Polícia CRIME

Homem é preso por matar esposa e espalhar partes do corpo em mata

Após o assassinato, marido disse à família que a vítima havia fugido com um amante, e foi para a Bahia com as duas filhas

04/01/2022 13h18
Por: Mídia Paraíba Fonte: Rodrigo Balbino, da Agência Record
Homem é preso por matar esposa e espalhar partes do corpo em mata

Um homem foi preso na manhã desta segunda-feira (3), em Tremedal, na Bahia, após matar e esquartejar a companheira na zona leste de São Paulo, na madrugada do dia 25 de dezembro.

Após o assassinato, ele colocou partes do corpo dela em sacos plásticos e malas, e espalhou-as por áreas de mata na região. Câmeras de segurança flagraram o suspeito carregando uma mala, supostamente com o corpo da mulher

De acordo com informações apuradas pela Record TV, o assassino, identificado com o prenome Assuero, usou duas malas de viagem para carregar os restos mortais da mulher, identificada como Claudia Almeida dos Santos, de 38 anos.

Após cometer o crime, Assuero disse à família que Claudia teria fugido com um suposto amante. Logo depois, ele fugiu para o município de Tremedal, na Bahia, com as duas filhas.

Segundo informações da família da vítima, o casal estava junto fazia 19 anos e enfrentava problemas conjugais. Claudia chegou a pensar em separação, após conhecer outro homem. Porém, na véspera de Natal teria desistido e proposto ao marido que se reconciliassem.

Em depoimento, Assuero disse que, depois de ouvir Claudia conversando ao telefone com o suposto amante, pegou uma faca e matou a mulher.

O assassino foi detido na Bahia e vai ser trazido para São Paulo nesta segunda-feira (3).

A SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo) divulgou uma nota a respeito das investigações e das buscas pelo corpo da vítima, encontrado em 31 de dezembro:

O corpo de uma mulher, de 38 anos, foi encontrado na manhã do dia 31 de dezembro, na zona leste de São Paulo.

Policiais civis realizavam diligências em buscas pelo paradeiro da vítima, a qual possuía um B.O. de desaparecimento, quando encontraram partes de um corpo feminino nas avenidas Calin Eied e Dr. Luís Ayres.

Os locais foram preservados pela Polícia Civil. Duas malas utilizadas no crime foram apreendidas. O caso foi registrado pelo 24º DP que solicitou perícia. As investigações seguem.

 

Ele1 - Criar site de notícias