Segunda, 17 de Janeiro de 2022
83 99868-8794
Anúncio
Saúde SAÚDE

Secretário diz que epidemia de gripe deve se alastrar por toda a Paraíba e espera vacina eficaz contra a H3N2

Medeiros disse que “é preciso que a população continue utilizando a máscara,

27/12/2021 09h38
Por: Mídia Paraíba Fonte: Portal WSCOM
Secretário diz que epidemia de gripe deve se alastrar por toda a Paraíba e espera vacina eficaz contra a H3N2

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, confirmou nesta segunda-feira (27) que o surto de gripe que atinge cidades do Estado já era esperado. Ele afirmou que a situação já se caracteriza como uma epidemia e deve se alastrar por toda a Paraíba.

Já prevíamos o surgimento desses surtos e posteriormente epidemia em todo o Estado. Temos João Pessoa, Campina Grande, Guarabira com alta demanda nas Upas… no caso de gripe, não temos notificação dos casos leves, só os que apresentam internamento, mas já se caracteriza uma epidemia que deve se alastrar por todo o Estado”, disse à Tv Cabo Branco.

Medeiros disse que “é preciso que a população continue utilizando a máscara, distanciamento e álcool em gel, os mesmos meios de proteção da covid-19”.

Vacina não protege para variante

A vacina disponibilizada neste ano pelo Ministério da Saúde não é eficaz contra a nova variante gripal, a H3N2 Darwin. O Estado espera a disponibilização de novo imunizante, o que deve ocorrer apenas em março de 2022.

“A vacina que recenemos em abril e aplicamos em 86% da população não protege contra esse linhagem, descoberta na Austrália, temos que aguardar até o final de março, quando receberemos a nova vacina que já combaterá a nova variante”, disse Geraldo Medeiros.

Telemedicina

A Secretaria de Saúde do Estado está desenvolvendo um aplicativo para consultas em telemedicina. O Secretário afirmou que, como a maioria dos casos da gripe são leves, as consultas neste modelo devem auxiliar na epidemia.

“O Estado está criando um aplicativo para consultas em telemedicina, a maioria dos casos são leves, não há necessidade de se dirigir a Upas, a não ser se a pessoa apresenta algum fator de risco associado ou desconforto respiratório”, declarou.

Ele1 - Criar site de notícias