Segunda, 25 de Outubro de 2021
83 99868-8794
Anúncio
Cidades NO BANCO DO BRASIL

Sem conseguir se locomover, morador de Solânea é obrigado a ir ao banco e esperar em carroceria de caminhoneta para ser atendido

É importante informar que maiores de 80 anos e pessoas a partir de 60 anos que tenham dificuldade de locomoção podem fazer a prova de vida em domicílio

01/10/2021 18h17
Por: Mídia Paraíba Fonte: Redação FN
Sem conseguir se locomover, morador de Solânea é obrigado a ir ao banco e esperar em carroceria de caminhoneta para ser atendido

Uma cena das mais desumanas já registradas em Solânea chegou através de uma foto à redação do Focando a Notícia, nesta sexta-feira (1°). Impossibilitado de se locomover, um morador da cidade foi obrigado a ir até a agência do Banco do Brasil e ficar aguardando na carroceria de uma caminhonete, debaixo de sol forte, para conseguir ser atendido.

Quem passou pelo local e viu a cena, se comoveu e se indignou com o que viu. Para amparar o morador que esperava na fila, uma parente segurava uma sombrinha no intuito de reduzir a exposição ao sol. O cuidado da família pode ser notado na forma como se colocou cobertores para forrar o veículo. Contudo, o descaso das autoridades se superou obrigando os familiares do morador sem locomoção a levarem-no até a agência.

Tocador de vídeo
 
 
00:00
 
00:09
 

A cena dá a entender que o morador não conseguiu fazer a prova de vida pelo INSS e teve que ser deslocado até o banco. O FN tentou contato com o Banco do Brasil pelo telefone fixo disponibilizado na agência, mas as ligações não foram atendidas. O espaço fica aberto para a resposta dos responsáveis.

Em sessão do Congresso na última segunda-feira (27), os senadores derrubaram veto parcial (VET 47/2021), à lei 14.199, de 2021, que trata de medidas alternativas de prova de vida para os beneficiários da Previdência Social. O presidente Jair Bolsonaro vetou o trecho que suspendia, até 31 de dezembro deste ano, a comprovação de vida para os beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O veto ainda deve ser analisado pelos deputados federais.

Na justificativa do veto, o Ministério do Trabalho argumentou que a norma contraria o interesse público, pois a suspensão da comprovação poderia implicar manutenção e pagamento indevido de benefícios que deveriam ser interrompidos.

Mas o que se vê é que pessoas honestas estão sendo punidas por essa decisão de vetar a suspensão da comprovação de vida.

É importante informar que maiores de 80 anos e pessoas a partir de 60 anos que tenham dificuldade de locomoção podem fazer a prova de vida em domicílio. O beneficiário ou um familiar pode agendar, pelo 135 ou pelo Meu INSS uma visita de um funcionário do órgão. Os segurados com biometria cadastrada no TSE (via título de eleitor) e no Detran podem fazer a prova de vida digital, por meio do Meu INSS.

Ele1 - Criar site de notícias