Quinta, 04 de Março de 2021
83 99868-8794
Anúncio
Geral BRASIL

Técnica de enfermagem é afastada após fingir vacinar idosa contra covid

Depois da repercussão do caso, a Prefeitura de Maceió afastou a técnica de enfermagem que cometeu a fraude e abriu um procedimento administrativo para investigar o caso.

29/01/2021 14h09 Atualizada há 1 mês
Por: Mídia Paraíba Fonte: Por ISTOÉ
Depois da repercussão do caso, a Prefeitura de Maceió afastou a técnica de enfermagem que cometeu a fraude e abriu um procedimento administrativo para investigar o caso. (Foto: Reprodução)
Depois da repercussão do caso, a Prefeitura de Maceió afastou a técnica de enfermagem que cometeu a fraude e abriu um procedimento administrativo para investigar o caso. (Foto: Reprodução)

Uma técnica de enfermagem em Maceió (AL) foi afastada após ter simulado que aplicou a vacina contra a covid-19 em uma idosa de 97 anos na quinta-feira (28). A campanha de vacinação estava sendo realizada no estacionamento do Pátio Shopping da capital. As informações são do UOL.

No momento de aplicar a vacina, a cuidadora da idosa gravou um vídeo no qual é possível perceber que a técnica de enfermagem fura o braço da mulher com a agulha, mas o líquido da vacina não é injetado. Após ver as imagens, a família da idosa procurou os responsáveis pela campanha de vacinação, que constataram a fraude. Em seguida, outra profissional de saúde fez a aplicação da vacina corretamente.

Depois da repercussão do caso, a Prefeitura de Maceió afastou a técnica de enfermagem que cometeu a fraude e abriu um procedimento administrativo para investigar o caso. O MPE-AL (Ministério Público Estadual de Alagoas) informou que vai instaurar uma Notícia de Fato para apurar o ocorrido. O nome da técnica de enfermagem não foi divulgado.

Ao UOL, parentes da idosa contaram que ela estava ansiosa para receber a vacina, pois está há dez meses sem receber visitas dos filhos e netos. “Graça a Deus que a vacinação foi filmada porque, se não fosse o vídeo, iríamos acreditar que minha avó tinha sido imunizada. Apesar de 97 anos, ela é muito ativa e estava chateada de ficar em casa todos esses meses e sem receber visitas dos filhos e netos”, contou uma neta da idosa.

“Quando vimos o vídeo, verificou-se que não tinha sido aplicada a vacina e isso gerou uma indignação”, afirmou ao UOL. Ainda de acordo com os parentes, a aplicação da vacina foi gravada novamente para comprovar que a idosa recebeu o imunizante.

Ele1 - Criar site de notícias