Quinta, 03 de Dezembro de 2020
83 99868-8794
Anúncio
Geral INTOLERÂNCIA

Padre é preso pela Guarda Municipal de Conde e acusa prefeita por autoritarismo: 'atitude arbitrária e comunista'

A ação de prender o religioso foi repudiada pela população da cidade

03/10/2020 14h51
Por: Mídia Paraíba Fonte: Por Emmanuela Leite
A ação de prender o religioso foi repudiada pela população da cidade. Segundo informações preliminares da comunidade a gestora que é candidata à reeleição teria uma relação estremecida com os cristãos da cidade. (Foto: reprodução)
A ação de prender o religioso foi repudiada pela população da cidade. Segundo informações preliminares da comunidade a gestora que é candidata à reeleição teria uma relação estremecida com os cristãos da cidade. (Foto: reprodução)

O padre Luciano Gustavo Lustosa da Silveira, da Paróquia Nossa Senhora da Conceição de Conde foi preso na manhã deste sábado (3) após mandar trocar a cor do monumento da igreja. Segundo informações obtidas pelo ClickPB, a solicitação da mudança já havia sido feita desde julho, mas a prefeita Márcia Lucena (PSB) teria autorizado a troca da pintura do Cruzeiro, que é originalmente marrom para azul. Segundo o religioso, o monumento é de pertencimento da paróquia e não da prefeitura. Ele foi conduzido à delegacia de Alhandra, pela Guarda Municipal.

“...É uma coisa absurda! A gente fica de boca aberta diante dos desmandos, da arbitrariedade, do autoritarismo. Sabemos que existe um viés comunista nisso, né? E sabemos que, quem é comunista, odeia igreja, odeia padre, tudo que é religioso, persegue, é autoritário e não tem caridade com ninguém!”, disse o religioso.

A ação de prender o religioso foi repudiada pela população da cidade. Segundo informações preliminares da comunidade a gestora  que é candidata à reeleição teria uma relação estremecida com os cristãos da cidade. 

O ClickPB tentou saber os motivos da Guarda Municipal conduzir o padre à delegacia, mas até o momento aguarda resposta.

Confira o documento em que o padre solicita a alteração:

a alteração:

Assista o vídeo na íntegra:

 

Ele1 - Criar site de notícias