Anúncio
Redetv

Mulher dá à luz trigêmeos dentro de casa em Roraima

Gêmeos idênticos, o trio nasceu de 35 semanas na Zona Rural de Boa Vista

03/04/2020 19h57Atualizado há 2 meses
Por: Redacao
Fonte: BRASIL
151
(Foto: Divulgação/Prefeitura de Boa Vista/Samu)
(Foto: Divulgação/Prefeitura de Boa Vista/Samu)
 
 

 

Ter um filho não é nada fácil. Fazer o parto em casa sem ter se programado pode ser ainda mais difícil. Dar à luz trigêmeos de parto normal dentro da sua residência é para tirar o fôlego de qualquer um. Foi assim que três garotinhos vieram ao mundo nesta quinta-feira (2) em Boa Vista, capital de Roraima

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado para atendimento de uma mulher de 27 anos que estava em trabalho de parto de trigêmeos prematuros. Quando os socorristas chegaram à casa da paciente em uma Zona Rural da cidade, encontraram o marido dela realizando o parto. Imediatamente a equipe iniciou os procedimentos para assistência da mãe e dos bebês. 

A equipe de socorristas foi coordenada pelo médico Julio Heredia e contava com a enfermeira Sheyla Santos e o condutor Charles Madeira. “Foi uma surpresa para eles, pois esperavam dois bebês e, felizmente, mesmo com toda essa situação os três nasceram bem, corados, chorando muito e nenhuma dificuldade durante o parto de um para o outro. Fico feliz de poder ter contribuído para a chegada desses meninos, pra mim é sempre uma felicidade participar do processo, do parto e nascimento”, disse Sheyla, que ainda contou que o chamado, a que ainda contou que o chamado, a princípio, era para dar assistência ao parto de gêmeos, mas quando eles chegaram à casa da família se depararam com um parto de trigêmeos.

O trio nasceu de 35 semanas e são gêmeos idênticos de placenta única. Depois do parto em casa, todos foram levados para uma maternidade na Zona Norte.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.