Anúncio
BRASIL

Estudante paraibano alcança primeiro lugar em medicina na USP

O primeiro lugar no curso de medicina da USP veio após três anos de tentativas

29/01/2020 14h04
Por: Redacao
Fonte: Com informações do G1 Paraíba.
222

O estudante paraibano Gabriel Araújo Medeiros, de 19 anos, reuniu três anos de experiências com o Enem para conseguir uma média de 845,19 e ser aprovado em primeiro lugar para o curso de medicina, na Universidade de São Paulo (USP), na Faculdade de Bauru, por meio do Sisu 2020.

“O que foi determinante não foi o estudo, o principal foi entender quem eu era, porque você tem maior clareza para onde quer ir e como ir”, explicou Gabriel ao G1 Paraíba.

Essa será a primeira vez do estudante fora do Nordeste. Por isso, até gostou que a aprovação tenha sido na cidade de Bauru. Também tentou no campus de Pinheiros, mas o município no interior de São Paulo pareceu deixá-lo mais à vontade e próximo da cidade onde nasceu e mora atualmente: Campina Grande, na Paraíba.

“Meu objetivo era UFCG e, no máximo, eu pensava na UFPE, mas sempre pensando em medicina. USP eu não esperava mesmo”, declarou o jovem ao G1.

Quando percebeu que o resultado foi além do esperado, foi tentando as opções que o Sisu oferecia. Agora é o novo aluno de medicina da USP. Não tem família na região, mas apoio parece que não vai faltar. Já tem se articulado com amigos da igreja que devem dar o apoio que precisa. “Essa nota não é maior do que o que Jesus sofreu na cruz”, enfatiza Gabriel, lembrando da gratidão que sente com a aprovação.

Três anos de tentativas

O primeiro lugar no curso de medicina da USP veio após três anos de tentativas. Gabriel afirmou ao G1 Paraíba que descobriu que esse era o seu curso no terceiro ano do ensino médio, mas não estava preparado para realizar o exame e não conseguiu nota suficiente para ser aprovado.

“Com experiências pessoais e a sensibilidade que eu tinha para socorrer pessoas, estar perto, confortar, fui percebendo que era medicina”, relata Gabriel.

No ano seguinte, o estudante começou o cursinho. Gabriel fez o Enem, conseguiu boa média, mas não foi aprovado e tentou mais um vez com o cursinho. “Não troco esse anos de cursinho por nada, porque foram anos de crescimento para mim”, enfatizou durante entrevista ao G1.

No segundo ano, ele aproveitou todo o conhecimento adquirido no ano anterior e no Enem 2019, fez 815,08 e como a USP leva em consideração o peso das questões, sua nota subiu para 845,19. Foi o primeiro colocado de sete aprovados.

Gabriel vai para o Sudeste junto com a mãe – que vai ajudá-lo a se instalar na cidade de Bauru – como um campinense orgulhoso de levar para USP o nome da Paraíba.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.