Anúncio
EM SÃO PAULO

PMs salvam bebê que engasgou com leite materno

Quando ela se preparava para trocá-lo, percebeu que ele tinha engasgado."

17/01/2020 17h09
Por: Redacao
Fonte: Por GloboNews e G1 SP
94
Casal Cristina e Elvis com o filho Lucas após ele voltar a respirar (Foto: Divulgação/PM)
Casal Cristina e Elvis com o filho Lucas após ele voltar a respirar (Foto: Divulgação/PM)

Uma equipe da Polícia Militar salvou um bebê de apenas 1 mês e 4 dias que havia engasgado com o leite materno na tarde desta quinta-feira (16), em São Miguel Paulista, na Zona Leste de São Paulo. Um vídeo mostra o momento do atendimento e a emoção da mãe.

O susto da mãe Cristina Silva Marques começou por volta das 17h30, quando ela se preparava para trocar o filho e percebeu que ele não estava respirando, começando a ficar vermelho.

Segundo o pai, Elvis Vitor, a mulher tinha acabado de fazer o bebê arrotar após a amamentação. "Minha esposa deu de mamar para o Lucas, esperou ele arrotar e depois deu banho, como ela sempre faz. Quando ela se preparava para trocá-lo, percebeu que ele tinha engasgado."

Elvis disse ainda que a mãe tentou reanimar o filho, mas não conseguiu. "Ela tentou fazer ele chorar e não conseguia, mudou a fisionomia, e começou a ficar vermelho. Ela o virou o bebê de barriga para baixo e deu tapinhas nas costas, mas ele não voltava."

O desespero foi aumentando e os pais resolveram pedir ajuda no bairro. "A gente pediu ajuda para a minha tia, que mora ao lado, mas também não resolveram. Aí corremos para o posto policial. Lá, fizeram o procedimento e ele voltou. Depois levaram o Lucas para o Hospital de Ermelino Matarazzo, onde ele passou por exames e a médica disse que a respiração dele estava livre."

De acordo com a Polícia Militar, "o bebê foi prontamente atendido pelos policiais que ali se encontravam e após algumas manobras, voltou a respirar normalmente. Destacando assim, o comprometimento e preocupação de todos e em especial da soldado Renata, que não mediu esforços para salvar a vida do bebê."

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.