Anúncio
MISTÉRIO NO SERTÃO

Após casal ser encontrado morto em Marizópolis, polícia investiga assassinato, suicídio e assédio sexual

Ainda de acordo com informações do delegado, "uma das hipóteses é que a mulher tenha assassinado o marido e cometido suicídio. Ou pode ser o inverso.

24/12/2019 08h24
Por: Redacao
Fonte: Por ClickPB
O delegado explicou que
O delegado explicou que "há outra linha, que é um possível caso de assédio sexual dele com relação às filhas da mulher." (Foto: Reprodução/Redes Sociais

A Polícia Civil investiga a hipótese de luta corporal com assassinato e suicídio entre Rodrigo Aragão e Gessika Silva e também um possível abuso sexual a criança. O casal foi encontrado morto dentro de casa, em Marizópolis, no Sertão paraibano, na manhã desse domingo (22).

Segundo informou ao ClickPB o delegado Ilamilton Simplício, "o homem foi encontrado morto em cima da cama e a mulher foi encontrada próximo à cama, no chão. O marido com cerca de 20 cutiladas (perfurações) e a mulher tinha sinais de esganadura (estrangulamento). Pode ter havido uma luta entre os dois. Mas temos que esperar o resultado da perícia."

Ainda de acordo com informações do delegado, "uma das hipóteses é que a mulher tenha assassinado o marido e cometido suicídio. Ou pode ser o inverso. O marido pode ter matado a mulher por esganadura e depois ter cometido suicídio."

A polícia encontrou no local várias substâncias químicas misturadas, e um deles pode ter ingerido para se matar. "Não há como a gente afirmar ainda uma posição concreta a respeito do que aconteceu realmente. Vamos aguardar o resultado da perícia do IML para saber qual dos dois teria ingerido as substâncias químicas e a causa morte concreta dos dois", disse o delegado Ilamilton Simplício.

Assédio sexual

O delegado também explicou que "há outra linha, que é um possível caso de assédio sexual dele com relação às filhas da mulher. Há relatos no CREAS de que uma das crianças da mulher teria sido abusada por ele. A mãe teria descoberto isso e daí desencadeou essa possivel tragédia na família. Ela poderia ter matado o marido por essa raiva e cometido suicídio. Mas tudo são hipóteses. Por enquanto ainda é cedo para a Polícia Civil definir o que aconteceu ali."

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários