Anúncio
BREJO PARAIBANO

Cachoeira do Roncador, em Bananeiras, seca e secretária pede socorro às autoridades

O Roncador pede socorro”, clama a secretária.

06/12/2019 11h24
Por: Redacao
Fonte: Redação FN

A secretária do Meio Ambiente de Bananeiras, no Brejo paraibano, Késsia Melo, fez um alerta e um pedido de socorro às autoridades do setor. A Cachoeira do Roncador, famosa pelas suas belezas, secou numa prova concreta da degradação do meio ambiente provocada pelo mau uso humano e pela falta de ações educativas e preventivas mais contundentes.

 

 

“Hoje estive na Cachoeira do Roncador e a cena é de tristeza e lamento”, desabafou Késsia Melo acrescentando: Os órgãos ambientais aparecem, mas para multar. Para fazer prevenção, plano de desenvolvimento com os proprietários inseridos na Unidade de Conservação [UC] não aparecem. O Roncador pede socorro”, clama a secretária.

Conforme explicou Késsia em suas redes sociais, a Área de Proteção Ambiental (APA) do Roncador foi criada por Decreto Estadual n° 27.204, 06/06/2006. O local possui uma área de 6.133.00 hectares abrangendo os municípios de Bananeiras, Borborema e Pirpirituba.

“De acordo com o SNUC [Sistema Nacional de Unidades de Conservação] as UC devem ter seu plano de manejo e seu conselho gestor, coisas inexistentes em uma APA de mais de 13 anos de existência. Existe um total abandono do estado às unidades de conservação e à população inseridas nelas, motivo que tem degradado esse ambiente de Mata Atlântica de altitude e prejudicado o turismo e, consequentemente, a economia local”, desabafou a secretária.

 
 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários