Anúncio
CRIME

Filho de auditor fiscal é preso suspeito de planejar morte do pai

O suspeito está preso e passará por audiência de custódia (Foto: Walla Santos/ClickPB)

26/08/2019 13h37
Por: Redacao
Fonte: Por Redação

O filho do auditor fiscal e empresário morto em julho, Paulo Germano Teixeira de Carvalho, de 67 anos, foi preso nesta segunda-feira (26), suspeito de ser o mentor do crime. Inicialmente, a polícia trabalhou com a hipótese de latrocínio, mas com o andamento das investigações, as autoridades chegaram ao filho da vítima, que seria o responsável pelo assassinato.

Paulo Rodrigues Teixeira de Carvalho, que carregava o mesmo nome do pai adotivo, e outras quatro pessoas que estariam envolvidas no crime foram conduzidas para a Central de Polícia, no Geisel, em João Pessoa.

A filha do empresário, Paula Teixeira de Carvalho, disse que desde o dia do crime que o comportamento dele era suspeito. "Ele já era suspeito por todos os roubos. Desde o dia que meu pai morreu ele roubava as contas bancárias do meu pai, assinava cheques, tentou fazer assinatura eletrônica no banco sem dizer que meu pai tinha morrido, tomou posse das empresas. Então desde o dia do crime o comportamento dele era estranho", disse.

Paulo Germano foi baleado com três tiros por um homem armado que teria entrado na granja na tarde de 7 de julho deste ano, quando a vítima chegava ao local. Ele foi socorrido para o Hospital de Trauma de João Pessoa, onde permaneceu internado em estado grave por dois dias, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Anúncio
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas