Anúncio
POLÊMICA

Em Serraria, diretor de hospital desmente médico após ser acusado de agressão verbal

Ambos registraram boletim de ocorrência na Polícia.

20/04/2019 12h52Atualizado há 6 meses
Por: Redacao
Fonte: Com Focando a Notícia/MÍDIA PARAÍBA

Segundo boletim de ocorrência registrado na delegacia de Solânea, o diretor do hospital de Serraria é acusado de agredir verbalmente um médico da unidade que estava de plantão.

Dr. Humberto de 70 anos de idade, relatou à Policia Civil que o diretor Antônio Eduardo desferiu contra o mesmo, várias palavras de baixo calão. No boletim ainda há o relato de que o diretor chegou a tomar o celular da mão do médico por estar gravando as possíveis agressões

Segundo o médico, as agressões ocorreram porque o diretor queria que o mesmo realizasse um procedimento médico, mesmo com o hospital interditado pela vigilância sanitária.

VERSÃO DA DIREÇÃO

Segundo Antonio Eduardo, diretor do hospital  Distrital Ovídio Duarte,  há algum tempo o médico vem lhe causando vários problemas no hospital e só vinha mantendo o mesmo por conta de sua especialidade e a necessidade da unidade hospitalar.

A direção alega que o médico agrediu uma enfermeira. Assim como o médico Dr. Humberto havia registrado um boletim de ocorrência, a enfermeira vítima da agressão do médico e o diretor do hospital também procuraram a delegacia para registrar denúncia contra o médico. Segundo o boletim, a enfermeira, grávida de 7 meses, recebeu um áudio de uma paciente relatando que Dr. Humberto se negou a atendê-la alegando que o hospital estaria interditado. Ao repassar esse áudio ao diretor do hospital Antônio Eduardo, o mesmo foi esclarecer as informações com o médico, que após sair, Dr. Humberto voltou a se dirigir a enfermeira a agredindo verbalmente e chegou e empurrá-la.

O diretor afirmou que apenas uma ala do hospital está interditada e que o médico abandonou seu plantão após o ocorrido, sendo obrigado a entrar em contato com outro profissional para assumir o posto de Dr. Humberto.

Após todo o ocorrido várias mensagens foram postadas em grupos de whatsapp celebrando a saída do médico do hospital.

A direção da unidade afirmou ainda que vai tomar as devidas providências para que o mesmo não volte a trabalhar na unidade.

1comentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Anúncio
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas