Anúncio
CRIME

Homem é preso após ser flagrado estuprando enteada de apenas dois anos de idade na PB

Mãe da vítima presenciou seu companheiro despido e acariciando as partes íntimas da criança dentro de rede. Caso aconteceu na Agrovila e chocou até os policiais.

25/12/2018 15h07
Por: Redacao
Fonte: Por Jocivan Pinheiro - DIÁRIO DO SERTÃO/MÍDIA PARAÍBA
José Claudio da Silva chegou a resistir à prisão na delegacia
José Claudio da Silva chegou a resistir à prisão na delegacia

Um homem de 39 anos foi preso na manhã de hoje (25), após ser flagrado abusando sexualmente de uma criança de apenas dois anos de idade que é sua enteada. O fato aconteceu na Agrovila, em Cajazeiras.

A Polícia Militar foi acionada pela mãe da vítima, que presenciou seu companheiro, José Claudio da Silva, conhecido como “Urubu”, despido e acariciando as partes íntimas da criança dentro de uma rede.

Quando uma guarnição chegou ao local, José Claudio havia foragido, mas cerca de duas horas depois foi localizado pelos policiais nas proximidades da casa.

O homem foi preso e conduzido à delegacia de Cajazeiras para as providências necessárias. Ao chegar à delegacia, ele ainda resistiu à prisão. Já a criança foi levada para o Hospital Regional de Cajazeiras para receber atendimento médico.

De acordo com o Capitão Bruno, da Polícia Militar, provavelmente José Claudio vinha abusando sexualmente da vítima com frequência, pois a mãe relatou que várias vezes a criança apresentou inflamação na região dos órgãos genitais.

Ainda de acordo com a mãe da criança, alguns vizinhos tentaram deter o homem para evitar sua fuga, mas ele se armou com uma faca e chegou a ferir uma mulher antes de se evadir do local.

Segundo o Capitão Bruno, José Claudio já responde pelos crimes de tentativa de homicídio e tráfico de entorpecentes. O Conselho Tutelar também foi requisitado para acompanhar esse caso.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários