Sexta, 16 de novembro de 2018
83 99868-8794
Esportes

05/07/2018 ás 00h29

Redacao

Teresina / PI

Família de ex-jogador da PB faz campanha para tratamento de doença
Ivanzinho, que atuou no Campinense de 1985 a 1988, necessita da aquisição de equipamentos e itens que auxiliam nos cuidados do dia a dia
Família de ex-jogador da PB faz campanha para tratamento de doença
Ex-jogador necessita de ajuda para tratamento de doença (Foto: Divulgação)

O ex-jogador de futebol paraibano Ivan Silva, conhecido como Ivanzinho, defendeu a camisa do  Campinense Clube durante três anos, de 1985 a 1988. Atualmente, o ex-atacante, que ao longo de sua carreira passou por mais de 10 clubes de futebol, enfrenta novos desafios. Há dois anos ele foi diagnosticado com Esclerose Lateral Amiotriófica (ELA), doença degenerativa rara, que afeta o sistema nervoso e não tem cura.


Para efetuar o tratamento de forma correta, Ivan precisa de um equipamento chamado Cought Assist, que auxilia na aspiração de secreção de forma mais confortável ao paciente e o Tobii, que contribui para um processo de comunicação visual entre o paciente e o cuidador. Os dois aparelhos custam, em média, R$ 23,3 mil, por isso a família está realizando uma campanha para arrecadar os recursos necessários para aquisição desses suportes tecnológicos.


De acordo com a filha de Ivanzinho, Ynayara Silva, o pai no momento está utilizando o aparelho chamado Trilogy, fornecido pela Prefeitura Municipal de Campina Grande, mas este não atende todas as necessidades do ex-jogador de futebol. “Nós estamos utilizando o aparelho que conseguimos por meio da prefeitura porque é o que temos para o momento, mas sabemos que só ele não é suficiente para as necessidades do meu pai. Além disso, não houve uma boa adaptação. O ideal é que ele passe as 24 horas com o aparelho, mas, infelizmente, chega um momento que ele não consegue e precisamos retirar”, explicou.


Além dos aparelhos ainda existe a necessidade de aquisição de itens que auxiliam nos cuidados do dia a dia, que são gazes, luvas, seringas, sondas, água oxigenada, soro, álcool, entre outros.


“Nosso maior desafio enquanto família está sendo a questão financeira. Por exemplo, ele precisa fazer fisioterapia diariamente, mas nós só estamos conseguindo custear três vezes na semana. Outro exemplo é a questão dos aparelhos que não temos condições de comprar, então o nosso pedido é para que as pessoas que o conhecem, que acompanharam a trajetória dele dentro dos campos como jogador e auxiliar técnico, possam nos ajudar e colaborar da forma que puderem para que consigamos superar esses desafios e garantir um prolongamento do tempo de vida do meu pai com qualidade”, pediu Ynayara.


Os interessados em contribuir com o tratamento do ex-jogador do Campinense podem entrar em contato com a família por meio do número (83) 98610-6271. Para quem tiver interesse em fazer alguma doação financeira, os dados bancários são:


Caixa Econômica Federal


Ivan Silva dos Santos


Agência: 2221 / Conta Poupança: 6882-8


Ivanzinho


Ivan Silva dos Santos (Ivanzinho) estreou na carreira em 1985 pelo Campinense Clube. Ele também jogou em times como o Serrano (PB), Capelense (AL), Santo André (SP), Paysandu (PA), Bragantino (SP), Operário de Ponta Grossa (PR), Inter de Bebedouro (SP) e Aris de Thessalonik (Grécia). Sempre ocupando a posição e atacante, Ivanzinho encerrou a carreira no futebol em 2004, quando tinha 37 anos de idade.  Hoje, o ex-esportista tem 51 anos.


Esclerose Lateral Amiotriófica (ELA)


É uma doença degenerativa do sistema nervoso que acarreta paralisia motora progressiva, irreversível, de maneira limitante, sendo uma das doenças mais temidas. Em 90% dos casos não se sabe o que provoca a doença e em 10% sabe-se que a ELA é causada por um defeito genético.

FONTE: PORTAL CORREIO

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium