Terça, 19 de março de 2019
83 99868-8794
Polícia

10/12/2018 ás 21h20

Redacao

Teresina / PI

Acusado de agredir ex-namorada, Fábio Tyrone alega “legítima defesa”
A advogada acrescenta que ao mandar ele ir embora, foi novamente agredida com um soco no olho direito.
Acusado de agredir ex-namorada, Fábio Tyrone alega “legítima defesa”

O prefeito de Sousa, Fábio Tyrone, se pronunciou no início da tarde desta segunda-feira (10) sobre a acusação de violência doméstica que pesa contra ele. Tyrone é acusado de agredir a sua ex-namorada, a advogada Myriam Pires Benevides Gadelha.


Em entrevista à rádio 104 FM, de Sousa, o prefeito afirmou ter sido vítima de agressão praticada pela advogada e apenas ter reagido após um tapa, agindo em legítima defesa. Ele argumentou que foi impedido por ela de sair da sua casa, o que causou uma reação. Segundo ele, partes das marcas de agressões exibidas por sua ex-namorada não foram provocadas durante a briga dos dois.


“Vou mostrar que fui instigado, que reagi, me levaram ao limite. Eu fui vítima de um processo de instigação que até o último momento tentou tirar minha sanidade de ser um homem ponderado”, argumentou, reconhecendo que já ocorreram outras ocorreram outras brigas do casal.


O prefeito acrescentou não querer se eximir da culpa, mas ressaltou que irá fazer exame de corpo delito para provar que também foi agredido. Ele reforça que imagens de câmeras de segurança mostram as agressões que diz ter sofrido.


Tyrone diz respeitar as mulheres e que uma outra medida protetiva contra ele, desta vez emitida em favor da sua ex-esposa, não tem relação com agressões físicas. Durante a entrevista, Tyrone pediu desculpas pelas agressões.


Entenda


Ao solicitar medida protetiva ao Tribunal de Justiça da Paraíba, a advogada Myriam Pires Benevides Gadelha relatou que manteve relacionamento com Fábio Tyroen por cerca de quatro meses, período em que ele teria revelado personalidade ciumenta, possessiva e controladora. Ela argumentou que, no dia 17 de novembro de 2018, durante viagem de lazer à cidade de São Paulo, Tyrone teria, com ciúmes, lhe empurrado e tentado lhe agredir pelo pescoço.


Ela informou que, no dia 06 de dezembro de 2018, em festa realizada em João Pessoa, o prefeito teria iniciado briga porque ela supostamente estaria bebendo demais e conversado com muitas pessoas.


Myriam Gadelha revelou que no trajeto da festa para casa, com as discussões mais acaloradas, o prefeito lhe desferiu um tapa no rosto e, ao chegar na residência dela, a xingou com palavras de ‘baixo calão’ para, em seguida, agredi-la com outro tapa no rosto, empurrá-la no chão e iniciar uma sequência de chutes. 


A advogada acrescenta que ao mandar ele ir embora, foi novamente agredida com um soco no olho direito.

FONTE: MaisPB

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium